Blog de Viagens-Europa

Vista aérea de Porto Santo, com destaque para o Pico de Ana Ferreira

Porto Santo em destaque: a Ilha Dourada de Portugal

Outrora locais remotos de um vasto império marítimo, hoje as ilhas da Madeira e Porto Santo são facilmente acessíveis por via aérea ou marítima, sendo bastante procuradas por entusiastas caminhantes, apreciadores de plantas e amantes da boa gastronomia. Com uma flora subtropical, altas montanhas e uma belíssima paisagem natural, as férteis ilhas da Madeira e Porto Santo, a 600 km da costa africana e a cerca 2 horas de voo de Lisboa ou Porto, são um apetecível destino de férias durante o ano todo. Estas “Pérolas do Atlântico” são um verdadeiro encanto e irão proporcionar-lhe uma estadia inesquecível. Não deixe de planear as suas férias e contacte a Ecotravel para reservar a sua viagem!

 

Os encantos de Porto Santo: muito mais que uma praia dourada…

Porto Santo, a ilha que fica a 37 km a nordeste da Madeira, é mais pequena, plana e seca do que a sua ilha irmã. Vila Baleira, única cidade e capital da ilha, reúne a grande maioria dos habitantes. Esta ilha possui também algo que a Madeira não tem: uma lindíssima praia de areia branca, banhada por um mar transparente com uma temperatura ideal.

Se é fã de mar e praia não deixe de visitar a ilha de Porto Santo!  Os 9 km da larga faixa de areia dourada, protegida por uma imponente barreira dunar, fazem da praia de Porto Santo a principal atração turística da ilha. Está comprovado que estas areias possuem excelentes qualidades curativas para o reumatismo e as doenças ósseas, devido à presença de magnésio, cálcio, enxofre, fósforo e estrôncio, que funcionam como um anti-inflamatório natural. As suas águas medicinais têm também revelado grandes propriedades curativas para doenças ou indisposições estomacais.

Mas estes não são os únicos atributos que fazem de Porto Santo o mais procurado centro de férias dos Madeirenses e dos muitos Portugueses do continente, bem como turistas estrangeiros que visitam o arquipélago. Aqui poderá deliciar-se com a beleza das piscinas naturais da Praia das Salemas; fazer mergulho e nadar com peixes e tartarugas; realizar um passeio de barco para observar baleias e golfinhos; percorrer os trilhos pedestres que conduzem ao Pico do Facho, o ponto mais alto da ilha (517 metros de altitude) e surpreender-se com as incríveis vistas panorâmicas do Miradouro da Portela.

A alta qualidade das suas uvas e do magnífico vinho de mesa (Verdelho e Malvasia) que ali ainda se produz pelos processos artesanais; a popular poncha e a apetecível gastronomia da ilha são também fortes atrativos. As especialidades locais incluem a Caldeirada à Fragateira, o Bodião salgado, o Gaiado Seco (feito com bacalhau) e a rica doçaria: o célebre bolo de caco, o pão-de-ló, as broas de mel e as rosquilhas típicas de Porto Santo. No artesanato, a oferta é também variada, podendo encontrar-se chapéus de palha (palmitos); arados, carros de bois e lagares em madeira e peças de barro produzidas com conchas e búzios.

 

Porto Santo: novas perspetivas no sonho da velha Europa

Porto Santo é bem mais do que praia em tons dourados. É terra de tradições, grandes sabores, festas e romarias e uma História que remonta ao ano de 1418, quando foi descoberta pelos navegadores portugueses João Gonçalves Zarco e Tristão Vaz Teixeira, que fugiam a uma violenta tempestade e aqui encontraram um porto seguro. Um ano depois seria descoberta a ilha da Madeira. A descoberta de Porto Santo pôs pela primeira vez à prova a capacidade europeia para, no isolamento dos mares, se constituir uma nova sociedade. Registos históricos comprovam que Cristóvão Colombo viveu em Porto Santo e que aqui conheceu Filipa Moniz, filha de Bartolomeu Perestrelo, governador da ilha, com quem casou em 1479. Filipa morreria pouco depois, ao dar à luz o seu filho. Com interesse histórico, cite-se a Casa Museu de Cristóvão Colombo, onde podem ser visto alguns retratos de Colombo e mapas com as diferentes rotas por ele percorridas, bem como peças provenientes do galeão Sloot Ter Hooge, pertencente à Companhia das Índias Holandesas.

Do património cultural de Porto Santo, destacam-se também os velhos moinhos de vento que, embora hoje praticamente inoperantes, erguem-se como símbolos nostálgicos de uma época já passada em que a produção cerealífera superava as necessidades da ilha.

 

Existem voos diários entre a Madeira e Porto Santo de apenas 15 minutos e um serviço de ferry boat diário com capacidade para mais de 1000 passageiros e cerca de 145 carros, - o mítico navio Lobo Marinho - o qual oferece restaurante, bares, salão de jogos, cinema e zona de diversão infantil, numa agradável viagem com a duração de 2h40. Nos meses de Verão, os visitantes dão a Porto Santo uma animação particular, mas durante o resto do ano a ilha volta à sua pacata tranquilidade.

Surpreenda-se com a beleza de Porto Santo, desfrute das suas esplêndidas praias e vá para fora… cá dentro!

Tânia Nogueira

Tânia Nogueira

Não encontrou o que estava à procura?

ou precisa da nossa ajuda? Fale connosco
* Os campos assinalados são de preenchimento obrigatório.
Este site utiliza cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao visitar o site está a consentir a sua utilização.
Conheça a nossa Política de Privacidade e de Cookies aqui.