Blog de Viagens-Mundo

Prepare-se para a Viagem de uma Vida a bordo do Comboio Transiberiano

A bordo do Comboio Transiberiano: Uma Viagem Inesquecível

Se gosta de viagens românticas, misteriosas, repletas de paisagens naturais e culturas distantes, então prepare-se para embarcar num verdadeiro hotel sobre rodas com uma janela aberta para vistas maravilhosas: o mítico comboio transiberiano, ícone da engenharia mundial e da simbiose perfeita entre máquina e natureza. Prepare-se para uma viagem de sonho, repleta de emoções e destinos encantadores, e marque já as suas próximas férias, que serão inesquecíveis.

 

O comboio transiberiano

O transiberiano é o mais longo caminho de ferro do mundo. Numa só linha férrea, passa-se por vários países, entre eles Rússia, Sibéria, Mongólia, China e o mar do Japão. Nesta viagem, há muito que vai poder descobrir: desde a história de várias civilizações, a paisagens únicas e locais remotos, há muito por explorar a bordo deste emblemático comboio que ainda hoje tem muito significado pelo avanço tecnológico que simboliza, pela obra de engenharia que é e pelo equilíbrio que se atingiu entre homem e natureza.

Pelo que significa e por tudo o que vai poder experienciar, a viagem no transiberiano é considerada por muitos a experiência de uma vida.

Neste comboio, são várias as rotas que é possível seguir e a escolha é tanta que organizar uma rota pode parecer uma tarefa complicada de levar a cabo. Descubra as nossas sugestões e tudo o que não vai querer perder nesta viagem única:

  1. Moscovo – uma cidade rica em património e cultura

Um dos primeiros países que vai poder visitar é a Rússia com o seu vasto território e diversidade. Começando pela capital, Moscovo, aqui poderá testemunhar artes e tradição, história e arquitetura. Deixe-se maravilhar pela grandiosa capital, pelas cores de cada praça, pelas catedrais, o Kremlin e as galerias de arte, que são um verdadeiro sonho para quem gosta de mergulhar na cultura dos destinos.

  1. Irkutsk – cidade da arquitetura em madeira ou “Paris” da Sibéria

Entre Moscovo e Irkutsk, depois de algumas paragens noutras cidades da Rússia com muito por conhecer, vai passar por diversas cidades e pelo menos 5 fusos horários, tudo no conforto do comboio. Entre estes dois destinos, poderá observar e desfrutar da bela paisagem montanhosa da região, bem como a floresta siberiana. Irkutsk é conhecida como a “Paris da Sibéria”, com lugares icónicos e muito pitorescos, reconhecida pela sua bela arquitetura em madeira. Aqui, poderá desfrutar de uma cidade muito romântica e organizada, com museus que valem a pena uma visita, e muito por descobrir num tranquilo passeio a pé pelas ruas da cidade.

  1. O maior lago de água doce do Mundo - o lago Baikal

Um dos locais emblemáticos da viagem do transiberiano e que poderá visitar é o famoso lago Baikal, o maior lago de água doce do Mundo. Além de uma paisagem avassaladora – considerada Património Mundial da UNESCO –, este lago detém cerca de 20% da água doce de todo o Mundo e é o habitat natural de várias espécies, sendo um lugar de grande biodiversidade. É por isso um lugar que o vai marcar nesta viagem.

  1. À descoberta do Império Mongol em Ulan Ude

Depois de passar a noite a bordo, chegamos à cidade de Ulan Ude, já no território mongol. Aqui, vai poder visitar um templo budista e experienciar a diversidade cultural que se faz sentir neste território. As vestes, as diferentes etnias e costumes culturais são muito interessantes e uma parte genuína da experiência. Aproveite para assistir a um espetáculo de dança e música local e fique ainda a conhecer mais sobre o território e o império mongol num trajeto único.

  1. Experienciar o estilo de vida nómada em Ulaan Batar

Após um jantar no transiberiano e uma noite de viagem, vai poder começar o dia em Ulaan Batar, a capital da Mongólia. Aqui, terá a oportunidade de visitar o museu de História Natural e ficar a conhecer mais sobre a história deste território. Nesta cidade, terá também uma das experiências que o vão marcar nesta viagem: provar a gastronomia típica num tradicional Yurt e experienciar o estilo de vida nómada do povo mongol. 

  1. Vladivostok – o fim da linha

Depois de alguns dias a bordo e de vislumbrar paisagens únicas da Sibéria profunda, sempre viajando perto da fronteira com a China, vai poder observar, do conforto do comboio, paisagens naturais praticamente intocadas pelo homem. Montanhas, rios, florestas e desfiladeiros, locais remotos e com um clima proibitivo e que são por isso totalmente desabitados. Após estes dias de descanso e contemplação a bordo, chegará a Vladivostok, o fim da linha e do continente. Aqui, vai poder ver e ficar a conhecer toda a história da cidade, que noutra era estava fechada a estrangeiros.

Se esta viagem encantadora o inspirou, atreva-se e marque já as suas próximas férias a bordo do comboio transiberiano, e prepare-se para experienciar uma das viagens mais emblemáticas da sua vida.

Margarida Cunha

Margarida Cunha

Este site utiliza cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao visitar o site está a consentir a sua utilização.
Conheça a nossa Política de Privacidade e de Cookies aqui.